“Preso pela Coca-Cola” empresário denuncia própria prisão como sendo obra do imperialismo

laerte-codonho-600x335

Foi preso na manhã desta quinta-feira (10), o dono da fábrica de refrigerantes Dolly, Laerte Codonho, pela suposta prática dos crimes de fraude fiscal, sonegação, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A acusação seria de sonegação ao INSS, pela demissão de empregados e posterior contratação por outra empresa.

A promotoria adiantou que a 4º Vara Criminal de São Bernardo do Campo concedeu medidas cautelares de busca e apreensão, sequestro de bens, quebra do sigilo fiscal e bancário, além de prisões temporárias.

Laerte chegou à delegacia carregando um cartaz com os dizeres: “Preso pela Coca-Cola”.

A prisão do empresário é mais um ataque contra a indústria nacional que vem sendo empreendida pelos golpistas. É notório que o refrigerante é um concorrente direto da Coca-Cola que já tentou por inúmeras vezes comprar a companhia.