Coronavírus nos presídios
Detentos precisaram fazer motim para chamar atenção para a disseminação do coronavírus dentro do presídio.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
presos-covid-argentina-1
Cadeia de Villa Devoto, Buenos Aires. Imagem: reprodução/twitter |

Da redação – Os presos do conjunto penal Villa Devoto, em Buenos Aires, fizeram nesta sexta um motim para denunciar a falta de providências contra a disseminação do coronavírus no interior do presídio, além das péssimas condições já regulares.

Os detentos, queimaram colchões, papelões e arrancaram telhas do teto. denunciam que 02 agentes carcerários estavam infectados, que foram afastados, mas nada foi feito para dirimir o risco entre os detentos, principalmente os do grupo de risco.

Parentes, que acompanhavam de fora, também denunciaram a falta de comida, atendimento médico e itens de primeira necessidade para higiene, por exemplo.

Em um cobertor os presos escreveram: “nos recusamos a morrer na prisão

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas