Trump avança no projeto para invadir a Venezuela

trump

Da redação – O presidente da principal força imperialista do mundo, os Estados Unidos da América, Donald Trump, vem pressionando seus conselheiros e aliados para levar adiante a proposta de invasão da Venezuela. Até agora, a questão está passando por uma profunda crise, que revela em si a própria crise da burguesia imperialista (e seus capachos). A proposta de Trump não teria tido apoio de seus secretários, conselheiros e aliados políticos, isso provavelmente porque sabem a dificuldade que seria invadir a Venezuela em uma tal conjuntura.

A crise do imperialismo vem se arrastando e se aprofundando cada vez mais. Isso fica explícito em todos os continentes, com as guerras no Oriente Médio, os golpes de estado na América Latina, os conflitos políticos na Europa e assim por diante. Uma guerra contra a Venezuela custaria muito para os EUA, não só na quesito econômico, mas também no sentido de organizar todo o aparato militar, treinar, fazer a diplomacia, organizar a invasão e sem falar da muito possível derrota do exército Americano contra a população Venezuelana, que está armada e ciente da ameaça imperialista.

Possivelmente, seria a invasão mais difícil desde a guerra do Vietnã, na qual os americanos foram expulsos do país, por um exército que não tinha nem 10% da estrutura bélica que eles tinham. Além disso, assim como a guerra no Vietnã, a probabilidade da introdução de um fator revolucionário na América do Sul, onde os povos já estão reagindo contra os recentes golpes de estado, é gigatesca e muito preocupante para o imperialismo. Estes são os principais motivos da crise dentro do imperialismo.

Entretanto, não se trata de um devaneio do Rei Louco Donald Trump, como apresenta a imprensa imperialista. De maneira sútil, a imprensa está lançando notícias sobre esta posição supostamente isolada de Trump, gerando um grande debate dobre a questão, justamente para introduzir essa campanha na situação política. Já chamaram professor universitário de Havard para se posicionar a favor, contra e assim vão manipulando pouco a pouco para criar o clima para a invasão da Venezuela. É preciso denunciar. Fora o imperialismo da Venezuela!