Presidente golpista continua atacando a educação

brasil-fhc-temer-bolsonaro

O presidente fraudulento Jair Bolsonaro foi na redes sociais atacar a educação e o investimento que existe,nesta segunda-feira (4), disse que o Brasil gasta muito com educação. “Brasil gasta mais em educação em relação ao PIB que a média de países desenvolvidos”, publicou.

Na publicação, o presidente fez uma comparação com o valor de R$ 30 bilhões investidos pelo Ministério da Educação (MEC) em 2003 e os R$ 130 bilhões aplicados no setor em 2016.

Esse valores tem haver com o período do governo neoliberal de Fernando Henrique Cardoso (FHC) que durou até 2002 e depois uma leve melhora nos investimentos no governo Lula e Dilma. O governo fraudulento de Bolsonaro e seu ministro da educação quer retomar a política de terra arrasada pior que a Era FHC

Vale lembrar que este o ministro da educação chamou os cidadãos brasileiros de canibais e ladrões ao declarar em entrevista dada para a revista Veja que, ao viajar, o brasileiro é um “canibal” e “rouba coisas dos hotéis, além de ressaltar, numa outra entrevista, que “A ideia de universidade para todos não existe… As universidades devem ficar reservadas para uma elite intelectual, que não é a mesma elite econômica [do país].”

Como medida o ilegítimo disse que vai lançar a “Lava Jato da Educação”, sabemos que a operação foi uma fraude e na educação vai privatizar as escolas, sucateando ainda mais para depois privatizar.

Diante desta postura, fica o questionamento: onde fica a Escola sem Partido tão bem quista por este governo eleito de modo fraudulento? Durante toda a campanha, a corja de golpistas enfatizou a doutrinação existente nas escolas durante o governo petista. Contudo, a partir das falas e atitudes do ministro vemos claramente o que é esta doutrinação e como Bolsonaro e seus ministros a fazem ao querer impor uma ditadura nas escolas com caráter nitidamente fascista: a Escola com Fascismo.