Presidente da Venezuela diz que grupos dirigidos desde a Colômbia atacam sistema elétrico do país

Maduro pide recomendaciones para decisiones "drásticas" contra el contrabando

Havana, Rádio Havana Cuba (RHC) O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, denunciou que grupos dirigidos e treinados desde a Colômbia são os responsáveis das sabotagens ao sistema elétrico do país, principalmente no estado de Zulia.

Falando na televisão, Maduro disse que se trata de uma verdadeira guerra da eletricidade, e chamou a população a defender a soberania e independência da nação. O mandatário venezuelano advertiu a seus inimigos das consequências que enfrentarão se decidirem um dia invadir a Venezuela.