Industria brasileira
Wilson Ferreira Junior, que era presidente da companhia desde o governo Temer e defensor de sua privatização, alegou problemas pessoais para a renuncia
Send this to a friend