Preparando a Conferência Nacional, educadores têm Encontro Estadual contra o golpe, em Campinas

1969_greve-dos-professores

Nesta quinta, dia 12 de julho, às 18:30h, acontecerá em Campinas, na sede da CUT, o Encontro Estadual  Educadores Contra o Golpe.

A atividade é parte da preparação para a Conferencia Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe que ocorrerá nos dias 21 e 22 de julho, em São Paulo, reunindo ativistas de todas as regiões do País.

O Encontro dos trabalhadores da Educação terá como objetivo debater a atual situação da categoria, a qual é uma das mais atacadas pelo regime golpista. Após o impeachment da presidenta Dilma, os professores e funcionários sofrem com “congelamento” de seus salários em vários Estados, atrasos nos pagamentos, o aprofundamento da situação precária de ensino, salas superlotadas, falta de materiais, além da investida política da direita contra a educação, com as diversas tentativas de calar os educadores, por meio da perseguição política de projetos como o “Escola Sem Partido”.

Outro ponto fundamental é a necessidade da categoria impulsionar a campanha pela liberdade do ex-presidente Lula, hoje preso político dos golpistas, um dos eixos fundamentais da luta contra o golpe. Vale destacar que os professores tiveram um papel de destaque e decisivo durante as primeiras mobilizações contra o golpe, ocorridas ainda em 2015. A greve dos professores de São Paulo daquele ano, assim como a greve dos professores paranaenses deram o impulso inicial para a luta contra o golpe e contra a direita.

Nesse sentido, os educadores podem cumprir um papel importante na luta contra os golpistas e pela liberdade de Lula, por meio da organização dos comitês de luta em todo o país, nas escolas, junto aos estudantes e à comunidade escolar.

Para fortalecer essa proposta, a Corrente Educadores em Luta\PCO convida a todos os educadores a participarem do encontro que acontecerá em Campinas e que contará com a participação de sindicalistas da APEOESP (Sindicato dos professores da rede estadual), conforme resolução de apoio aprovada no seu Conselho Estadual de Representantes, bem como de dirigentes e ativistas do PT, PCO e de outras organizações que lutam contra o golpe.

Caravanas de várias regiões do estado estão sendo organizadas, para participar é só entrar em contato nos seguintes telefones: (11) 983440068, (14)997280289, (19) 981214234, (16)982556649.