Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Entrou em vigor a nova tarifa do transporte coletivo em Cuiabá (MT) no dia 2 de janeiro de 2018. A partir de então, o valor da passagem do ônibus, que era de R$ 3,60 – preço que já pesava consideravelmente na vida do trabalhador -, passou a ser de R$ 3,85.

O novo valor foi aprovado pela Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (Arsec) no dia 28 de dezembro de 2017. Segundo a Arsec, foram realizados estudos que justificam o reajuste. No entanto, é preciso que não haja brecha para dúvidas: tais “estudos” já tinham resultado favorável ao aumento da passagem desde o início e foram feitos com o único objetivo de justificar mais esse ataque às condições de vida e trabalho do povo Cuiabano, o que mostra que, para a direita, o pobre além de ser carregado como gado tem também que pagar caro por esse tratamento.

O prefeito direitista Emanuel Pinheiro (PMDB) tenta agradar os Cuiabanos inaugurando pontos de ônibus climatizados, o que não passa de esmola, migalhas, se considerarmos que a classe trabalhadora embarca todos os dias em ônibus extremamente lotados, onde entrar é complicado e sair é ainda mais difícil, o que faz com que, mesmo naqueles que são climatizados, o calor frequentemente seja insuportável, principalmente em uma cidade como Cuiabá.

É preciso reagir a esses ataques da direita golpista as condições de vida da população da capital e também de outras cidades mato-grossenses, visto que o aumento da tarifa também ocorreu no município de Várzea Grande, governado por Lucimar Campos (DEM). É necessário organizar atos que não apenas protestem contra o aumento, mas que também denunciem o fato de que se trata da política de sempre da direita golpista, de ataque aos setores mais pobres da população.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas