Não se contentar com esmolas
Não se trata de falta de dinheiro para amparar os artistas, mas sim falta de vontade política de fazer isso visto que as necessidades do povo não são prioridades da burguesia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio
Prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, em live. | Foto: Prefeitura de Fortaleza/Reprodução

Não é nenhuma novidade que o setor cultural tem sido um dos mais prejudicados pelo avanço da pandemia do coronavírus, que obrigou a população a evitar aglomerações devido à grande capacidade de contágio da doença, o que impediu que os artistas realizassem suas apresentações em teatros, em galerias, nos bares, nas praças, nas ruas, etc. Assim, milhões de artistas no mundo todo, a maioria trabalhadores autônomos que vivem exclusivamente da arte, perderam sua fonte direta de subsistência. Até agora muito pouco ou nada tem sido feito pelos governos burgueses para amparar a categoria e muitos sobrevivem da ajuda de conhecidos e familiares até para comer.

A situação é alarmante, e poderia se dizer que qualquer ajuda seria bem vinda, talvez por isso a prefeitura de Fortaleza achou suficiente “amparar” os artistas da cidade com um auxilio em dinheiro de R$200,00 provenientes do edital das artes que é lançado anualmente pela secretaria de cultura no valor de 1 milhão de reais e que beneficiaria até 5 mil artistas. Os artistas de Fortaleza passaram então de nada para quase nada, visto que duzentos reais está longe de ser um valor capaz de suprir minimamente as necessidades mais básicas de qualquer pessoa, que além de alimentar a si e sua família precisa arcar com outras despesas fundamentais que não foram suspensas ou que não são fornecidas à população e com as quais os artistas também arcam, como aluguel, energia elétrica, água, materiais de higiene, máscaras, luvas, remédios, dentre outras coisas.

A iniciativa da prefeitura que veio depois de muita pressão da categoria artística para que alguma medida fosse tomada, é um escarnio com os trabalhadores da cultura que normalmente já encontram dificuldades para sobreviver em condições dignas apenas de sua produção artística, e que com a pandemia estão completamente impossibilitados de trabalhar. O fundo de um milhão obviamente não será suficiente para para auxiliar devidamente os cinco mil artistas contemplados, tão pouco é suficiente oferecer este auxílio a apenas cinco mil artistas quando a cidade deve contar com milhares de outros que também precisam do auxílio.

O que acontece em Fortaleza é reflexo da política adotada pela burguesia como um todo no país, a começar pelo governo federal comandado por um fascista e cuja pasta da cultura não oferece nenhuma medida concreta para auxiliar os artistas a enfrentar a crise e está servindo na verdade pra destruir a cultura e os trabalhadores que dependem dela; isto ao mesmo tempo em que o estado injeta mais de 1 trilhão de reais para salvar os bancos da crise. Fica claro então que não se trata de falta de dinheiro para amparar a população, mas sim falta de vontade política de fazer isso tendo em vista que as prioridades da burguesia são bem diferentes das do povo.

Desta forma, os artistas de Fortaleza e de todo o país não podem se contentar com as esmolas dadas pelos governos, mas devem formar conselhos para exigir auxílios decentes, capazes de suprir suas necessidade e para todos os trabalhadores da cultura, não só para cinco mil; exigir suspensão dos alugueis, das contas de energia, água e internet; além de exigir medidas eficazes de combate à pandemia: desde distribuição de máscara e álcool em gel até a construção de hospitais e contratação de profissionais da saúde; independentemente de quanto isso vá custar aos cofres públicos, devendo o poder público encontrar os meios para satisfazer os interesses do povo.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas