Siga o DCO nas redes sociais

Golpistas atacam o povo.
Preço da passagem dos trens aumenta no Nordeste
Com aumentos de 300% em menos de 1 ano, golpistas oneram a população para garantir lucro dos capitalistas.
maxresdefault
Golpistas atacam o povo.
Preço da passagem dos trens aumenta no Nordeste
Com aumentos de 300% em menos de 1 ano, golpistas oneram a população para garantir lucro dos capitalistas.
Créditos: GGN
maxresdefault
Créditos: GGN

Mal começara o ano e os golpistas já se posicionaram na linha de frente contra a população. Na Grande João Pessoa (PB) e em Maceió (AL) a tarifa de trens passou nessa segunda-feira (6) de R$ 1,50 para R$ 1,75. Na Paraíba, no entanto, o reajuste faz parte de um pacote de adequações executado pela Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), desde maio de 2019. Já em Maceió, não contente com o aumento de R$ 0,25, o governo já promete novo reajuste a partir de 7 de março, quando a passagem passará a custar R$ 2,00.

Os ataques contra o povo não param por aí. Em Recife, a passagem do metrô passou a custar R$ 3,70 neste domingo (5). Antes a passagem custava R$ 3,40. Ademais, esse é o quinto aumento dos seis previstos até o dia 7 de março, quando a passagem será cobrada por R$ 4.

No caso pernambucano, o aumento da passagem teve a ajuda do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), com sede em Brasília (DF), que autorizara o aumento pela CBTU. Vale salientar que, desde maio de 2019, a passagem aumentando progressivamente. No dia 5 de maio de 2019, a passagem custava R$ 2,10, já no dia 7 de março de 2020, a passagem deverá pesar no bolso da população como uma anilha de ferro de R$ 4.

Em Maceió, porém, o caso foi mais gritante. Até abril de 2019, a passagem custava R$ 0,50, quando foi dobrada. Agora, no entanto, espera-se que o valor quadruplique e chegue no valor de R$ 2, a partir de 7 de março. O caso foi o mesmo da Grande João Pessoa, na Paraíba, onde o valor saltou de R$ 0,50 para o descalabro de R$ 2 previstos para 7 de março. O aumento será de 300% em relação ao valor inicial.

Essa situação expõe a tentativa dos governos golpistas de onerar a população em benefício de acionistas e, portanto, arcar com a crise que se desenvolve à galopes em cada estado ou município. Nesse sentido, a derrubada do governo golpista de Bolsonaro, o bastião do golpe contra a população, deve ser colocada em marcha o quanto antes. A única saída para a população se dá através da derrubada de Bolsonaro e seus asseclas e, posteriormente, a convocação de eleições gerais para que seja feita a limpeza de toda a camarilha desde o nível municipal. Fora Bolsonaro e todos os golpistas! Eleições gerais!