Siga o DCO nas redes sociais

Farsa
Prado/BA: Vereador bolsonarista financia golpe da titulação de terras
Vereador está contratando pistoleiros e empresas para enganar os trabalhadores dos assentamentos rurais.
jorginho garani
Farsa
Prado/BA: Vereador bolsonarista financia golpe da titulação de terras
Vereador está contratando pistoleiros e empresas para enganar os trabalhadores dos assentamentos rurais.
Jorginho e a prefeita Mayra Brito estão atacando a Assentamento Rosa do Prado. Imagem: Reprodução.
jorginho garani
Jorginho e a prefeita Mayra Brito estão atacando a Assentamento Rosa do Prado. Imagem: Reprodução.

Na região do Extremo Sul da Bahia está ocorrendo uma ofensiva grande de empresas de titulação de terras em conluio com parlamentares bolsonaristas e ligado aos latifundiários em enganar as famílias que estão em assentamentos da reforma agrária da região com promessas falsas e mentirosas sobre a titulação de lotes.

As empresas, juntamente com pistoleiros e pessoas ‘compradas’ dentro dos assentamentos, organizadas por parlamentares bolsonaristas estão causando uma enorme confusão e ameaçando as famílias que rejeitam a farsa apresentada.

Um dos parlamentares que estão organizando essa fraude contra as famílias assentadas é o vereador bolsonarista Jorginho do Guarani (PSL). Jorginho do Guarani, que é também presidente da câmara Municipal da cidade de Prado, no Extremo Sul da Bahia, é um dos principais financiadores dos confrontos que tem ocorrido no Assentamento Rosa do Prado, um dos assentamentos mais antigos e simbólico do MST da Bahia.

O vereador, que pretende se lançar candidato à prefeitura do município em 2020, tem financiado pistoleiros para ameaçar as famílias que não querem apoiar as ações de destruição do assentamento e de roubo de dinheiro.

O grupo, apoiado pelo bolsonarista Jorginho do Guarani, tem criado um clima de terror contra as famílias que negam apoio ao vereador em sua totalidade. As famílias estão denunciando que pistoleiros estão roubaram roças, matando animais, e chegaram a roubar a bomba d’água e a desligar a energia da escola que atende a comunidade do Assentamento Roça do Prado.

A emissão de título definitivo dos lotes em Projetos de Assentamentos é ação exclusiva do Incra, respaldado por leis e normativas, e é um procedimento realizado de forma gratuita, ou seja, sem nenhum custo para os assentados.

É um golpe organizado pela direita.

O que está ocorrendo na região é uma enorme fraude realizada por criminosos, como o vereador Jorginho do Guarani, e empresas que nada tem a ver com a luta dos trabalhadores, pelo contrário. O maior interesse do vereador é acabar com organização dos trabalhadores para tomar as terras dos assentados.

É preciso denunciar as famílias dos assentamentos e da população da região que a titulação dos assentamentos é uma fraude onde as empresas que estão fazendo esse trabalho, como a Rural e Cia, estão interessadas em retirar o dinheiro dos trabalhadores, e que a única maneira de conseguir a titulação é pelo Incra, que não credencia empresas para a titulação.

É preciso colocar essa direita bolsonarista e suas empresas que querem roubar os trabalhadores para correr!