Golpistas deixam centenas de estudantes sem escola com base no argumento de que não há alunos

arquivos_noticias_2017_fev_pronatec

Pais, alunos e professores protestaram, na manhã desta sexta-feira (23) contra o encerramento das turmas de ensino médio na Escola Estadual Professor Henrique Cirilo Correa, no Bairro Vila Rica, na cidade de Campo Grande (MS).

O protesto contou com mais de 100 manifestantes, pais, estudantes e professores indignados com o fechamento das aulas de ensino médio. A escola será integral somente no ensino fundamental II.

Os pais estão muito apreensivos, pois os filhos terão que ir longe para estudar e deixar uma escola de boa qualidade.

Os pais descobriram quando foram fazer a matrícula online de seus filhos na SED (Secretaria Estadual de Educação) que as aulas do ensino médio seriam fechadas.

A justificativa oferecida pela SED foi o baixo número de alunos. A escola, porém, é muito produtiva: ocorrem campeonatos de diversas habilidades, como karatê, robótica, artes; e alguns alunos foram muito bem no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Esse é o projeto dos golpistas para a educação nacional, privatizar e destruir primeiro o ensino médio e depois as outras esferas. Somente a luta de toda a comunidade escolar com os trabalhadoress vai derrubar o golpe e seus lacaios. Fora Bolsonaro e Todos os Golpistas!