Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

Há 12 dias daquela que possivelmente será uma das maiores mobilizações populares após o golpe da direita, que destituiu Dilma Rousseff (PT), eleita legitimamente nas urnas por mais de 54 milhões de votos, Porto Alegre já fervilha luta e resistência.

Milhares de brasileiros de todo o país, partidos políticos, movimentos sociais e centrais sindicais tem se mobilizado intensamente para invadir Porto Alegre com caravanas e resistir ao golpe, lutar pela democracia e contra a condenação do ex-presidente Lula (PT), vítima de Lawfare (perseguição política) pelo tribunal golpista da Lava Jato e pelas instâncias golpistas do judiciário Brasileiro.

O ex-presidente será julgado em segunda instância no próximo dia 24 de janeiro, no TRF-4, em Porto Alegre, caso condenado existe a iminente possibilidade de que Lula seja preso após a decisão, embora esta semana, na tentativa de desmobilizar a militância, o TRF-4 tenha divulgado que a prisão não acontecerá no caso da condenação.

Sendo clara a perseguição política sofrida pelo ex-presidente, e a tentativa de derrotá-lo antes das eleições, com a primeira condenação em Curitiba sem provas, claro é também que palavra de golpista não se leva a cabo. Condenar e prender Lula é mais uma das armas dos golpistas, da direita e dos imperialistas para manter e aprofundar o golpe e para impedir isso, é preciso tomar as ruas de Porto Alegre no dia 24.

Neste sentido os golpistas tem o que temer, já que a maior liderança política do país é capaz de mobilizar multidões.

O PT divulgou que a Secretaria Agrária Nacional do Partido dos Trabalhadores irá organizar em parceria com a Secretaria Nacional do Meio Ambiente a “Caravana da Terra por Justiça e Democracia”, saindo de Brasília com destino a Porto Alegre.

A caravana deve sair da capital federal no dia 20 de janeiro, parando em diversas cidades para mobilizar Comitês Populares em Defesa da Democracia e do Direito de Lula ser Candidato. A chegada em Porto Alegre é prevista para o dia 24. “Estamos em contato com entidades, movimento sociais ligados ao campo, a Via Campesina, o MST (Movimento Sem Terra), o MAB (Movimento dos Atingidos por Barragens), Movimento de Pequenos Agricultores (MPA), Contag, Contraf, e outras entidades e movimentos para que a gente faça uma manifestação vigorosa”, afirmou o Deputado Federal e presidente da Secretaria Agrária, Patrus Ananias.

A CUT informa que organizações mundiais de trabalhadores, como a Confederação Sindical Internacional (CSI) e a IndustriALL Global Union (sindicato mundial dos trabalhadores na indústria), estão intensificando a mobilização de suas entidades filiadas para a atividade, particularmente as da América Latina. A informação é do presidente da CSI, João Felício, e do secretário geral da IndustriALL, Valter Sanches. Ainda segundo ele, além da IndustriALL, outras organizações globais como a UNI Global Union [organização mundial de bancários e financiários], ISP (Internacional de Servidores Públicos) e a UITA (União Internacional dos Trabalhadores na Alimentação), entre outros, estão empenhadas em organizar caravanas de trabalhadores para a vigília de Porto Alegre.

A Frente Brasil Popular divulgou a programação e afirma que a concentração na data de 23/01 se deve pela avaliação de que o julgamento no TRF-4 começará às oito horas da manhã e deve ser concluído logo após o almoço. Por isso, a orientação da Frente Brasil Popular é que as caravanas devem chegar no dia 23 e permanecer até o posterior.

Já na próxima semana, no dia 13 de janeiro, em todo o país, acontecerão atividades e lançamentos dos comitês em defesa da candidatura de Lula.

Em Porto Alegre para o dia 13/01, a Frente Brasil Popular marcou o Dia Nacional de Mobilização nos Arcos da Redenção, no Parque Farroupilha, no centro da capital que terá aulas públicas e atrações culturais.

A programação começa às 15h, com confecção de faixas e cartazes. No final da tarde, a filósofa Marcia Tiburi, a senadora e presidenta do PT, Gleisi Hoffmann e a deputada estadual e pré-candidata à Presidência da República pelo PCdoB, Manuela D’ávila, participam de uma aula pública. A partir do dia 20 de janeiro, movimentos populares montam o Acampamento da resistência.

O PCO e os Comitês de Luta contra o Golpe estão organizando Caravanas em várias cidades e capitais, para se inscrever em uma Caravana acesse o link:

https://www.causaoperaria.org.br/24-de-janeiro-ocupar-porto-alegre-e-impedir-condenacao-de-lula/

Contribua com a campanha financeira para a realização das caravanas neste link.

Veja a programação completa das atividades em Porto Alegre divulgada pela Frente Brasil Popular:

13/01

Dia Nacional de Mobilização em defesa da Democracia e do Direito de Lula ser candidato, em várias cidades e capitais do Brasil.

20/01

Início do Acampamento dos Movimento Sociais

22/01

Encontro de Juristas em Defesa do Lula

Conferência Internacional  dos Partidos de Esquerda

23/01

Conferência Internacional  dos Partidos de Esquerda

Manhã – Encontro de Mulheres com Dilma Rousseff e Eleonora Menicucci Local: Teatro Dante Barone – Assembleia Legislativa do RS

Tarde – Encontro do Fórum Social Mundial Local: Teatro Dante Barone – Assembleia Legislativa do RS

18h – Marcha  em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato

Noite – Início da vigília

24/01 – Início do julgamento no TRF-4 às 08:00 hr

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas