Siga o DCO nas redes sociais

Portaria de Moro também é um ataques contra as torcidas organizadas
futebol -torcida
Portaria de Moro também é um ataques contra as torcidas organizadas
futebol -torcida

O ministro golpista da Justiça, Sérgio Moro, desmoralizado por ser o juiz que foi comprado pelo cargo de ministro para tirar da eleições de 2018, o candidato que iria ganhar a eleição, Lula, publicou uma portaria para atacar e extraditar o jornalista estrangeiro que publicou os vazamentos da operação golpista da Lava Jato.

Nessa portaria, o golpista Sérgio Moro, aproveita para incluir as torcidas organizadas, como sendo alvo da sanção do estado fascista que quer estabelecer no Brasil.

A portaria determina que haverá o impedimento de entrada no país, repatriação, deportação sumária de pessoas perigosas ou que tenham praticado atos contrários à Constituição.

A portaria considera terrorismo: “Grupo organizado ou associação criminosa armada ou que tenha armas à disposição Tráfico de drogas, pessoas ou armas de fogo;  Pornografia ou exploração sexual infanto juvenil;  Torcida com histórico de violência em estádios… (ou seja), qualquer torcedor que vá em um Estádio de futebol pode ser enquadrado como terrorista.

Basta o torcedor, no caso estrangeiro, for associado à torcida organizada no Brasil, para ser considerado terrorista, já que os golpistas consideram que as torcidas organizadas são bandidos, vândalos, passíveis de prisão.

É por essas e outras medidas que o governo golpista de Jair Bolsonaro precisa ser derrubado imediatamente, antes que os golpistas consigam fechar definitivamente o regime político no país, e colocar não só as torcidas organizadas de futebol na ilegalidade, como toda e qualquer organização politica da classe operária.