Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, durante briefing, no Palácio do Planalto.
|

Da redação – Porta-voz do governo Bolsonaro, Otávio Rêgo Barros, passou vergonha ao tentar explicar o crime que supostamente Glenn Greenwald teria cometido ao divulgar conversas da Lava Jato, entre Sérgio Moro e procuradores. Ao ser questionado sobre o assunto, Rêgo não conseguiu explicar.

Jornalista: qual é o crime que o jornalista cometeu?

Porta-voz: um crime

Jornalista: tá, mas qual crime?

Porta-voz: mas alguém tem dúvida que teve crime?

Jornalista: mas qual?

Porta-voz: qual o que?

Jornalista: crime

Porta-voz: teve sim

Jornalista: mas

Porta-voz: próxima pergunta

A direita golpista está em um claro atentado contra a liberdade de expressão, tentando passar por crime a divulgação pela imprensa de denúncias contra a operação Lava Jato, que atuou de forma criminosa para prender o ex-presidente Lula e outros políticos brasileiros.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas