Menu da Rede

Imperialismo prepara novo golpe contra Lula

Às ruas!

Por vacinação da população, ato ocorre amanhã em Brasília

Manifestação está sendo convocada em frente ao congresso, com apoio da Frente Brasil Popular

Ato ocorrerá às 10h30 – Reprodução

Publicidade

Centrais sindicais e movimentos populares protestam nesta quarta-feira (26), às 10h30, em frente ao Congresso Nacional, em Brasília (DF), contra a omissão do governo federal diante da crise sanitária.

Além de recusar ofertas por vacinas, desestimular a imunização e fazer propaganda de medicamentos sem eficácia, os movimentos afirmam que o auxílio emergencial assinado por Jair Bolsonaro (sem partido) é insuficiente e agrava a fome no país.

Mais de 450 mil brasileiros morreram em decorrência do novo coronavírus. Segundo os organizadores dos atos desta semana, a maior parte dos óbitos seria evitável com respeito às recomendações científicas e com esforço do governo federal para aquisição de vacinas.

Até o momento, cerca de 10% da população do país está imunizada com duas doses.

Detalhes

O cartaz de divulgação informa que a atividade foi convocada por nove centrais sindicais, pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), pela Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), pela Frente Brasil Popular e pela Frente Povo Sem Medo.

Conforme texto divulgado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), o ato é “em defesa do auxílio emergencial de R$ 600, contra a fome e a carestia, por vacina no braço e comida no prato.”

O ato será transmitido ao vivo via redes sociais e YouTube dos organizadores, além de TVs comunitárias. Quem não estiver na capital e quiser se somar à manifestação é convidado a usar a hashtag #600ContraFome.

823f125ad0c4606c998fbf21ef2bf480
Imagem de divulgação do protesto do dia 26 em Brasília / Reprodução

Embora o ato seja presencial, a convocatória ressalta a necessidade de evitar aglomeração e de seguir todos os protocolos sanitários para evitar contágio e propagação do coronavírus.

Durante o protesto, parlamentares, presidentes das centrais sindicais e lideranças dos movimentos populares falarão do alto de um caminhão de som voltado ao prédio do Congresso Nacional

Os sindicalistas solicitaram audiência com Arthur Lira (Progresisstas-AL) e Rodrigo Pacheco (Democratas-MG), presidentes da Câmara e do Senado, respectivamente. A ideia é entregar a eles a Agenda Legislativa das Centrais Sindicais para a Classe Trabalhadora, documento que contém o posicionamento do movimento sindical sobre 23 projetos em tramitação no Congresso.

Entre os projetos analisados estão a reforma administrativa e as privatizações de estatais.

Ao final do ato, serão doados alimentos, cultivados sem agrotóxicos, pela agricultura familiar e por camponeses que integram o MST, a catadores de material reciclável.

Os movimentos propõem fazer um mosaico com 600 cestas, contendo 16 itens colhidos na véspera do ato e transportados em quatro caminhões até a frente do Congresso Nacional.

Os catadores que receberão as cestas trabalham na Central das Cooperativas de Materiais Recicláveis do DF (Centcoop) e foram atingidos diretamente pela redução do auxílio emergencial.

Em 2020, o benefício era de R$ 600, chegando a 1,2 mil para mães chefes de família com filhos menores de 18 anos. Neste ano, mesmo com o agravamento da pandemia, o valor máximo é R$ 375. O número de beneficiários caiu de 68 milhões para 38,6 milhões, deixando quase 30 milhões de brasileiros em situação de insegurança alimentar.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores

DCO

O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.