Menu da Rede

Como o imperialismo usa ONGs para desestabilizar inimigos

Greve

Por vacina, professores fazem ato hoje em Florianópolis

Professores em greve realizam ato regional em Florianópolis exigindo vacinação e testagem em massa

Mobilização ocorre como parte da greve dos professores – Reprodução

Começará em 1 hora o ato dos trabalhadores da educação da grande Florianópolis. A categoria está em greve há mais de um mês exigindo vacinação de todos os professores e intensa testagem para assim retomar às aulas. A mobilização está ocorrendo neste momento, tendo ônibus saindo de diversas cidades ao redor da capital de Santa Catarina para a Praça Tancredo Neves.

Veja abaixo o comunicado do Sintrasem:

Nesta terça, 25 de maio, os trabalhadores vão às ruas novamente para exigir do governo Gean condições de segurança e a vacina já!
Vários estados e municípios já avançam na vacinação dos trabalhadores da educação. Por quê Florianópolis e SC ficaram para trás?
Há dois meses, nossa categoria luta por condições sanitárias seguras, incluindo a vacinação, mas a população de Florianópolis percebeu que faltou vontade política para proteger os trabalhadores e a comunidade escolar!
A intransigência é tanta que a PMF não aceitou nem mesmo o retorno às aulas remotas.
Por isso, nesta terça vamos às ruas mais uma vez denunciar a negligência e a falta de dignidade política daqueles que deveriam proteger a população!
Precisamos mostrar toda nossa força mais uma vez para exigir que a Prefeitura abra a negociação e avance na imunização dos trabalhadores!

GRANDE ATO DOS TRABALHADORES: VACINA JÁ
Data: 25 de maio, terça-feira – 14h

TRANSPORTE PARA O ATO
O Sintrasem está disponibilizando transporte para o local.
Todos os ônibus saem dos bairros às 13h e retornam aos locais de saída após o ato.
Se você pretende ir em um ônibus do sindicato, envie mensagem para o whatsapp oficial do Sintrasem (99186-8691) informando seu nome e local de onde vai sair.
Confira as linhas:
PALHOÇA: saída da Praça das Bandeiras, com parada no Angeloni Capoeiras
BIGUAÇU: saída da praça central de Biguaçu, com parada na Marinha do Estreito.
NORTE DA ILHA: saída do NEIM Lausimar, com parada na EBM Herondina Medeiros Zeferino, parada na EBM Virgílio Várzea e em seguida, passa na EBM Donícia Maria da Costa.
SUL DA ILHA: sai da EBM Dilma Lúcia (Armação); passa pela EBM José Amaro; pelo Trevo do Erasmo (para na frente da Casan, sentido Ribeirão da Ilha); EBM Batista Pereira (Ribeirão); e NEIM Anna Spyrios (Tapera).

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.