Menu da Rede

Como o imperialismo usa ONGs para desestabilizar inimigos

Sábado

Por uma verdadeira plenária de organização da revolta popular

PCO chama a articular uma intervenção coesa dos setores mais combativos no dia 19

É hora da classe operária assumir de vez o protagonismo da situação política – Foto: DCO

O Partido da Causa Operária (PCO) realizará no próximo sábado (12) uma plenária nacional aberta, presencial e virtual, para discutir com o maior número de pessoas possível a organização dos atos populares do dia 19 de junho.

Pretende-se, com isso, trazer ainda mais companheiros para a luta pelas principais reivindicações imediatas e históricas das massas populares do País, como auxílio emergencial de ao menos um salário mínimo, vacinação com a quebra das patentes, redução da jornada de trabalho para 35 horas semanais, Fora Bolsonaro, Lula presidente, por um governo dos trabalhadores, reforma agrária, reversão das privatizações, fim das polícias, livre acesso à Universidade, dentre outras.

A plenária será realizada nas sedes do PCO em diversas cidades, bem como nos Centros Culturais Benjamin Péret nas capitais. O Partido realiza um chamado amplo para que todos participem, ao menos mil pessoas. Os que não puderem participar presencialmente poderão fazê-lo pela Internet, também com milhares de pessoas. Ela ocorrerá em um sábado especial, acompanhada da Análise Política da Semana, de um almoço em cada local e do ensaio da Bateria Zumbi dos Palmares.

É preciso organizar uma intervenção coesa nos atos do dia 19. Formar um Bloco Vermelho, onde esteja a vanguarda proletária com suas palavras de ordem e os militantes e ativistas mais conscientes e politizados.

Ela também debaterá a necessidade de fortalecer os atos com a classe operária em peso, com dezenas de ônibus vindos dos principais sindicatos do País, dos acampamentos e assentamentos agrários, das ocupações urbanas, das periferias.

Assim, organizará na semana que vem uma jornada de mutirões diários para convocar as amplas massas aos atos do dia 19, com ligações telefônicas, colagem de cartazes, panfletagens nos principais pontos de circulação dos trabalhadores, chamados nas redes sociais.

Será uma plenária na qual todos os sindicatos do País, as organizações populares de massas, militantes partidários de base, ativistas independentes, simpatizantes, companheiros do PCO e dos Comitês de Luta estão convidados e convocados.

Uma plenária democrática não para tomar os atos para si, mas para organizar a vanguarda das mobilizações, como mais um passo para construir e dirigir o setor mais avançado, consciente e politizado das jornadas de luta que virão.

O PCO adota como palavra de ordem até os atos do dia 19: um milhão nas ruas contra um milhão de mortos. O setor mais avançado do movimento deve fazer uma ampla campanha de agitação e propaganda em torno da necessidade de sair às ruas de forma massiva e organizada contra o genocídio perpetrado pelo governo Bolsonaro e por todos os golpistas que hoje se dizem opositores mas que colocaram Bolsonaro do poder, o sustentaram e aplicam a mesma política destrutiva.

A situação política começa a se deslocar, a explosão popular manifestada no dia 29 de maio está modificando a correlação de forças a favor da esquerda e do setor mais combativo da população.

Em todo o continente vemos uma insurreição popular, como ocorre neste exato momento na Colômbia. Isso é uma inspiração para os brasileiros, que por sua vez são muito mais organizados por terem uma classe operária ainda mais poderosa.

É hora dessa classe assumir de vez o protagonismo da situação política, organizando-se através de sua vanguarda. É hora de dirigir a luta diretamente contra o governo Bolsonaro e o regime político, pela derrubada dos golpistas e por um governo dos trabalhadores.

A você que chegou até aqui,

agradecemos muito por depositar sua confiança no nosso jornalismo e aproveitamos para fazer um pequeno pedido.

O Diário Causa Operária atravessa um momento decisivo para o seu futuro. Vivemos tempos interessantes. Tempos de crise do capitalismo, de acirramento da luta de classes, de polarização política e social. Tempos de pandemia e de política genocida. Tempos de golpe de Estado e de rebelião popular. Tempos em que o fascismo levanta a cabeça e a esquerda revolucionária se desenvolve a olhos vistos. Não é exagero dizer que estamos na antessala de uma luta aberta entre a revolução e a contrarrevolução. 

A burguesia já pressentiu o perigo. As revoltas populares no Equador, na Bolívia e na Colômbia mostraram para onde o continente caminha. Além da repressão pura e simples, uma das armas fundamentais dos grandes capitalistas na luta contra os operários e o povo é a desinformação, a confusão, a falsificação e manipulação dos fatos, quando não a mentira nua e crua. Neste exato momento mesmo, a burguesia se esforça para confundir o panorama diante do início das mobilizações de rua contra Bolsonaro e todos os golpistas. Seus esforços se dirigem a apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe, substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular. O Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra a burguesia, sua política e suas manobras. 

Diferentemente de outros portais, mesmo os progressistas, você não verá anúncios pagos aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos de maneira intransigente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Trabalhamos dia e noite para que o DCO cresça, se desenvolva e seja lido pelas amplas massas da população. A independência em relação à burguesia é condição para o sucesso desta empreitada. Mas o apoio financeiro daqueles que entendem a necessidade de uma imprensa vermelha, revolucionária e operária, também o é.  

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com valores a partir R$ 20,00. Obrigado.

SitesPrincipais
24h a serviço dos trabalhadores
O jornal da classe operária
Sites Especiais
Blogues
Movimentos
Acabar com a escravidão de fato, não só em palavras
Cultura

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Diferentemente de outros portais , mesmo os progressistas, você não verá anúncios de empresas aqui. Não temos financiamento ou qualquer patrocínio dos grandes capitalistas. Isso porque entre nós e eles existe uma incompatibilidade absoluta — são os nossos inimigos. 

Estamos comprometidos incondicionalmente com a defesa dos interesses dos trabalhadores, do povo pobre e oprimido. Somos um jornal classista, aberto e gratuito, e queremos continuar assim. Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.

Quero saber mais antes de contribuir

 

Apoie um jornal vermelho, revolucionário e independente

Em tempos em que a burguesia tenta apagar as linhas que separam a direita da esquerda, os golpistas dos lutadores contra o golpe; em tempos em que a burguesia tenta substituir o vermelho pelo verde e amarelo nas ruas e infiltrar verdadeiros inimigos do povo dentro do movimento popular, o Diário Causa Operária se coloca na linha de frente do enfrentamento contra tudo isso. 

Se já houve um momento para contribuir com o DCO, este momento é agora. ; Qualquer contribuição, grande ou pequena, faz tremenda diferença. Apoie o DCO com doações a partir de R$ 20,00 . Obrigado.