Por que estamos em greve?

Estudantes e professores protestam em SP contra os cortes na educação

Os sindicalistas dirão que é contra os ataques aos sindicatos que eles vão à rua, os estudantes dirão que é contra os cortes na educação, alguns dirão que é contra a reforma da previdência, os movimentos dos sem terra dirão que é contra os massacres no campo, todos têm uma reivindicação, justa, contra este governo fascista.

Mas se todos estão indo com suas bandeiras, suas reivindicações, o que nos une? Por quê estamos em greve? Estamos em greve para barrar a ofensiva dos golpistas, estamos em greve contra Bolsonaro, contra Mourão e toda a sua corja. Isso une os sindicalistas, os estudantes, os sem terra, os petroleiros, os metalúrgicos, os petistas, os comunistas, como nós do PCO, nenhum destes setores, nenhum destes verdadeiros delegados do povo brasileiro quer ver o governo Bolsonaro no poder, o povo de conjunto não o quer lá.

A luta pelo “Fora Bolsonaro” unifica os interesses de todas as categorias em greve hoje, mesmo que isso não esteja claro para as direções do movimento, apesar de já estar claro para cada vez mais amplos setores da base.

A luta contra o governo unifica o interesse de todos: de parar os cortes, de parar com assassinatos no campo, de cessar com a perseguição brutal aos sindicatos, etc.. É preciso levantar esta palavra de ordem em alto e bom som em todos os atos, é preciso mostrar que na rua estão aqueles que são contra Bolsonaro e todos os golpistas.

Mobilização derruba capitão! Greve Geral derruba derruba general! Fora Bolsonaro!