A nova série da Netflix “O Mecanismo” funciona como uma peça de propaganda da política imperialista, é financiada por uma empresa que tem acionistas diretamente interessados no avanço do golpe.

A obra, que contou com grandes investimentos e apresenta um um elenco “estrelado”, é dirigida por José Padilha, também responsável por outra pérola favorita dos “coxinhas”, o filme “Tropa de Elite”, e representa uma total falsificação de todo o processo de golpe que o povo está sofrendo desde 2016.

O X da questão é que a Netflix tem como uma de suas maiores acionistas uma empresa chamada BlackRock. Essa empresa movimenta anualmente mais dinheiro que o total do PIB brasileiro e é a maior acionista das petroleiras Shell e Chevron. Petroleiras estas que foram diretamente beneficiadas pelo golpe, ao se apoderar de setores da Petrobras, comprar campos do pré-sal a preço de banana e aprovar ainda a chamada MP do Trilhão, medida que perdoou impostos devidos por essas empresas no Brasil.

Ou seja, a série serve aos interesses diretos dos imperialistas, falsificando a história e colocando o PT e toda a esquerda como criminosos, fazendo coro ao discurso reacionário propagandeado pela Rede Globo. É mais uma das armas usadas pelo imperialismo para auxiliar na total expropriação de nossos recursos e um verdadeiro assalto ao povo brasileiro.

Relacionadas