Por isso precisam tirar Lula das eleições: votos contra o golpe são pulverizados em cenário sem o ex-presidente

lula debates

O ex-presidente Lula, preso em Curitiba pela direita golpista há quase 140 dias, continua sendo o centro da crise política brasileira. A direita procura manobrar de todas as formas para forçar o PT e a esquerda brasileira a abandonarem a candidatura de Lula em favor do famoso plano B.

Uma pesquisa recente, publicada no portal G1, golpista por excelência, da rede Globo, acaba mostrando a necessidade para a direita de retirar Lula das eleições. Mesmo sabendo que as pesquisas eleitorais são controladas pela direita golpista, que as manipulam ao seu bel prazer, é interessante mostrar o que acontece nos cenários em que Lula não aparece.

Os votos de Lula são pulverizados nas outras candidaturas, ao invés de se concentrarem no vice de Lula, Fernando Haddad. Com Lula, o PT chega a marcar 39% dos votos, ficando muito próximo de vencer as eleições já no primeiro turno. Quando Lula desaparece do cenário, o PT passa a concentrar esquálidos 4 % de votos com Haddad.

As pesquisas feitas pela direita não são confiáveis, mas mostram que sem a presença de Lula, que é justamente quem polariza o país, os seus votos seriam pulverizados entre os outros candidatos. Mais importante ainda é que a ausência de Lula permite que a manipulação da eleição, inclusive das pesquisas eleitorais, é muito mais fácil. Ao contrário do que pensam os defensores do plano B, não será nada fácil transferir votos de Lula para Haddad ou quem quer que seja, principalmente com a marcação cerrada e as manobras da imprensa golpista.

Não podemos nos deixar levar pela pressão dos golpistas. Somente Lula é capaz de derrotar a direita no terreno eleitoral. Não podemos ceder e deixar de barato que Lula será impugnado. Somente nas ruas é que vamos conseguir impor a candidatura de Lula e derrotar o golpe. É Lula ou nada!