PM é o principal suspeito
População da zona sul de São Paulo se revolta contra assassinato brutal cometido contra um garoto de 15 anos. Crime tem forte suspeita de ter sido cometido por PM de São Bernardo
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Reprodução/Tv Record
Menino Guilherme, tinha apenas 15 anos. Seu assassinato gerou protesto violento em São Paulo | Foto: Reprodução/Record TV

Um protesto está acontecendo neste momento em Vila Clara, zona sul de São Paulo. A população se revoltou com o assassinato de um menino de 15 anos, crime que apresenta fortes indícios de ter sido cometido por um policial militar.

Guilherme Silva Guedes teria desaparecido na madrugada do dia 14, após um assalto ocorrido em um galpão na região. O suspeito, que fazia a segurança do estabelecimento, teria confundido o menino com um dos responsáveis porém as imagens das câmeras de segurança da rua mostram que a vítima conversava com um amigo em frente a casa de sua avó antes de desaparecer. No local onde o garoto desapareceu, a família encontrou o crachá de um policial militar de São Bernardo do Campo, que não teve o nome divulgado. O corpo do adolescente foi encontrado tiros nas mãos e na cabeça, além de outros sinais de agressão segundo a família.

O protesto teve início no começo da noite desta segunda-feira, 15 de junho, e corria de maneira pacífica até a chegada da Polícia Militar. Os manifestantes reagiram à presença dos PMs atirando pedras contra as forças de repressão. Em meio ao confronto, dois ônibus foram incendiados pela população revoltosa.

Os protestos acabaram por volta das 20h.

Vídeo de duas horas atrás na Vila Clara.

Posted by Distrito Jabaquara Alerta on Monday, June 15, 2020

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Relacionadas