Ato de protesto
Manifestantes colocam fogo em loja do Carrefour localizado na Av. Paulista em protesto a um homem negro que foi morto por seguranças do monopólio francês
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
carrefour
Evento se sucede depois da escória que detém a rede de supermercados esconder um cadáver | Foto: Reprodução

Manifestações de protesto contra o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, que foi espancado até a morte por seguranças fascistas do Carrefour em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul, foram convocados em diversas cidades no Dia de Zumbi e da Consciência Negra.

Na unidade do Carrefour localizada na Av. Paulista em São Paulo, manifestantes em protesto ao assassinado colocaram fogo na loja. O evento mostra o nível de radicalização e a tendência a mobilização contra o fascismo.

 

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas