Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
unesp
|

Na última semana, mais um retrocesso na educação pode ser visto em São Paulo. Desta vez os cortes serão na implementação de novas universidades no estado, como é o caso de Catanduva.

Em uma visita técnica, realizada pelo governador Márcio França, neste último final de semana, a uma creche da cidade, que entrou em funcionamento neste ano, o chefe do legislativo informou que o projeto de implementação de uma unidade da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que estava programada para 2018, não entrará em vigor. Como explicação, salienta as dificuldades econômicas que o país vem enfrentando nos últimos tempos.

Os recursos destinados para as instituições de ensino superior são oriundos do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. Do total arrecadado, 9% é enviado para universidades como a Unesp, USP e Unicamp. França afirma que com a queda nas vendas, consequentemente a arrecadação é menor. Já as despesas dos centros educacionais são cada vez maiores.

A solução do governo tucano para a crescente demanda de jovens que buscam a graduação foi a criação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (UNIVESP), em 2012.  É sabido, porém, que a modalidade de ensino à distância se encontra muito aquém do esperado no que compete a qualidade e que tal medida não pode substituir o ingresso de estudantes aos centros de ensino com aulas presenciais. É importante lembrar também que a modalidade de ensino ofertada pela UNIVESP compete uma gama menor de cursos, uma vez que alguns não podem ser ofertados de forma online.

Com o aprofundamento do golpe, a política dos golpistas é de redução total em gastos com a população. Nesse sentido, aumenta o número de jovens que não conseguem acessar a graduação, uma vez que as unidades de ensino não crescem na proporção necessária. Lutar contra o golpe é também necessário para que as universidades públicas não sejam privatizadas, pois, com mais esse projeto da direita, a quantidade de jovens que não conseguirão se formar será ainda maior.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas