Política neoliberal: Macri vai aumentar em 40% a tarifa do transporte público na Argentina

ARGENTINA-SUBMARINE-MISSING

Na última quinta-feira (27), como parte da agenda do governo neoliberal de Maurício Macri, foram anunciadas mais medidas que atacam a população. Serão feitos aumentos de até 40% no transporte público do país. As novas tarifas estão previstas para entrar em vigor no dia 12 de janeiro.

O último período na Argentina, tem sido de uma grande crise econômica, e isso é decorrente da política de terra arrasada que é imposta pelo governo Macri. Assim como no Brasil, a Argentina também sofreu com um golpe, o atual presidente foi eleito em um processo de manipulação e fraude eleitoral em 2015, e hoje é um representante direto do imperialismo dentro do país.

É preciso destacar, que também fazem parte das novos medidas, imposições feitas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) uma vez que o congresso visa os cortes para conseguir manter a linha de crédito que lhe fora dada. Quer dizer, o país basicamente já está sendo controlado pelo imperialismo, onde o mesmo já vem ditando as regras. As condições impostas pelo FMI, vêm colocando uma verdadeira política de contingência dos gastos do país, onde coloca os trabalhadores em uma situação de devastação com a destruição de serviços públicos.

Com isso, a situação da população argentina tende a cada dia piorar, uma vez que os meios essenciais para a subsistência dos mesmos estão sendo fortemente atacados, como a alta da inflação, que promove o aumento do gás, eletricidade, alimentos, etc.