Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
mortalidade
|

Da redação – A mortalidade infantil e materna voltou a crescer no Brasil do golpe. O alerta veio da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), que apontou para o aumento do número de mortes maternas, infantil, de agressões contra mulheres e jovens, levando ao óbito, uma situação que foi ainda maior no Norte e Nordeste, segundo o Ministério da Saúde.

Os dados demonstram um histórico de queda no governo anterior ao golpe, entre 2010 e 2016, quando as taxas de mortalidade infantil e materna.

A entidade revelou que o número total de mortes infantis no Brasil, diminuiu no período entre 2015 e 2016, chamando a atenção também para os dados sobre mortalidade por agressões em adolescentes e adultos jovens. Sobre a mortalidade materna, que teve redução de 43% entre 1990 e 2015, também aumentou em 2017 após o golpe. Os números subiram de 62 mortes por 100.000 nascidos vivos para 64 por 100.000.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas