Política fascista: MBL lança projeto de lei para facilitar repressão da polícia contra sem-terras
Política fascista: MBL lança projeto de lei para facilitar repressão da polícia contra sem-terras

Foi apresentado na última quinta-feira (7) pelo deputado Carlos Jordy (PSL/RJ), o Projeto de Lei que propõe a maior repressão contra os trabalhadores rurais, onde se coloca que os latifundiários e então ditos proprietários urgem pelo reforço policial no que diz respeito às reintegração de posse.

O partido representado pelo deputado que colocou o projeto como proposta, também é composto pelo presidente ilegítimo Jair Bolsonaro, que foi eleito pelo imperialismo, o mesmo que impulsionou golpes de estado por toda a América Latina e hoje busca implantar sua agenda neoliberal onde obteve sucesso. Além de também ser uma clara amostra de qual a política a ser aplicada pelo governo bolsonarista, que é a repressão e perseguição desenfreada contra os trabalhadores do campo e todos os movimentos populares.

A ideia central do projeto é a implementação de um parágrafo  onde seria colocado aos proprietários o direito de pedir por reforço policial para aplicar a repressão contra os trabalhadores do campo e a população de conjunto. Essa política vai de encontro com a ascensão da extrema-direita que promove diariamente massacre e perseguição aos trabalhadores no campo.

Com isso, não só se faz necessária a ampla defesa dos trabalhadores do campo, bem como a mobilização de todos os setores que compõe os movimentos populares. Buscar impulsionar a luta diante de uma política de ofensiva contra o golpe e com a palavra de ordem “Fora Bolsonaro”.