Siga o DCO nas redes sociais

Demagogia religiosa
“Política” do prefeito de Campo Grande é a mesma de Bolsonaro: rezar
Na falta de uma política real de enfrentamento ao coronavírus, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) somou-se ao dia de oração e jejum contra o coronavírus convocado por Bolsonaro..
24set2016---marquinhos-trad-psd-1474731568262_1024x768
Demagogia religiosa
“Política” do prefeito de Campo Grande é a mesma de Bolsonaro: rezar
Na falta de uma política real de enfrentamento ao coronavírus, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) somou-se ao dia de oração e jejum contra o coronavírus convocado por Bolsonaro..
Sem saber o que fazer, Marquinhos Trad convoca a população a rezar e jejuar. Foto: Reprodução.
24set2016---marquinhos-trad-psd-1474731568262_1024x768
Sem saber o que fazer, Marquinhos Trad convoca a população a rezar e jejuar. Foto: Reprodução.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), publicou um vídeo em suas redes sociais na quinta-feira (02) em que, seguindo a mesma linha política do governo Jair Bolsonaro, conclama a população a participar de uma corrente de oração virtual contra o coronavírus das 10 às 11 da manhã no domingo.

Em uma entrevista à Jovem Pan, Bolsonaro anunciou que fizera um acordo com lideranças evangélicas de distintas denominações  – Silas Malafaia, Marco Feliciano, Valdemiro Santiago, Edir Macedo, Luiz Hermínio, R.R. Soares, Josué Valandro, André Valadão, René Toledo, Silas Câmara, Abner Ferreira,  Juanribe Pagliarini, Abe Huber, Mário de Oliveira – para a convocação de um dia de oração e jejum pelas vítimas e para combater a pandemia do coronavírus a ser realizado no domingo. A Ministra da Família Damares e o juiz Marcelo Bretas confirmaram participação.

Na falta de medidas reais de enfrentamento ao coronavírus, os governos direitistas utilizam-se da demagogia religiosa para tentar enganar a população. Enquanto a população experimenta o desemprego, o aprofundamento da miséria, a falta de leitos hospitalares no sistema público de saúde e o abandono completo por parte do poder público, as lideranças políticas e religiosas da direita propõem oração e jejum como medidas concretas para enfrentar o problema.

Leia Também  Torcidas organizadas convocam ato na Paulista neste domingo

O que a convocação deste evento demonstra é a total falta de política por parte da direita para lidar com o problema do coronavírus. Resta comprovar, por meio da experiência prática, se a corrente de oração e o jejum será efetiva para resolver a crise causada pela pandemia. A demagogia religiosa é o último recurso da extrema-direita, encurralada pela política de destruição econômica e ataques aos direitos do povo levada a cabo com particular intensidade após o golpe de Estado de 2016.

 



0 Shares
Share via
Copy link