Anterior
Próximo

Polícia Assassina!

Policial que matou jovem negro é acusada de homicídio culposo

Policial que matou Daunte Wright no domingo foi presa, acusada de homicídio culposo e liberada após pagar fiança.

Tempo de Leitura: < 1

Protestos em Minneapolis. – Foto: Reprodução.

Publicidade

Com uma sequência de quatros noites de protestos por parte da população revoltada com o assassinato do jovem Daunte Wright (20), Minneapolis amanheceu nesta quinta-feira (15 de abril) com a notícia de que a policial que matou o homem negro será acusada de homicídio culposo, tendo inclusive já sido liberada através de medidas cautelares.

Não obstante, acontece neste momento também o julgamento do ex-policial que matou George Floyd – outro homem negro – sufocado ano passado, nesta mesma cidade. Para relembrarmos: Kim Potter (48), uma policial branca da cidade, abordou o veículo de Daunte no domingo e acabou por atirar contra o mesmo. Com 26 anos na corporação, a mulher pode pegar até 10 anos de cadeia caso seja considerada culpada.

Kim pediu demissão logo após o assassinato e alegou, até então, que teria confundido sua pistola taser (arma de choque) om sua arma de serviço (uma pistola 9mm) e atirado em Daunte em uma blitz de trânsito no domingo passado. Após ser presa, Potter pagou uma fiança de U$ 100.000,00 (cem mil dólares), foi liberada, e deve agora comparecer ao tribunal nesta quinta para uma audiência preliminar.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Mais Lidas
[wpp range="last24h" limit="3"]
NA COTV

Realismo Socialista x Vanguardas: qual a posição dos marxistas. Uzwela, Conversa sobre Cultura 15/06

46 Visualizações 54 minutos Atrás

Watch Now

Send this to a friend