2015-04-04 1226 - Manifestação SOSComplexo
|

Um estudo do Fundo da Nações Unidas para a Infância (Unicef) constata que a polícia do estado de São Paulo, seja ela civil ou militar, é a maior causa de morte de jovens entre 0 e 19 anos no estado. A pesquisa analisa os dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, levando em consideração casos de mortes violentas intencionais entre 2014 e 2018.

Os dados revelam o caráter assassino da polícia: entre 2014 e 2018 ocorreram mais assassinatos decorrentes de ações policiais do que de homicídios dolosos, onde há intenção de matar. Ao todo, 580 crianças e adolescentes foram alvos da brutal repressão policial, e no mesmo período ocorreram 527 homicídios dolosos.

A letalidade da polícia aumentou continuamente entre 2014 e 2017 e a justificativa dos homicídios é sempre a tal “legítima defesa”, no caso, até mesmo contra crianças.

A polícia é uma máquina de matar o povo inocente e isso é claramente incentivado pelo atual presidente golpista, Jair Bolsonaro, quando esse condecora policiais, quando ignora assassinatos por parte da polícia (a exemplo do caso “80 tiros”) ou quando ignora ações como a do governador do RJ, Wilson Witzel, que sobrevoou em um helicóptero sobre Angra dos Reis, atirando na população.

É necessário exigir já a dissolução de todas as polícias e a criação de milícias populares nas comunidades para a proteção do povo, assim como é necessário derrubar o governo fascista e fraudulento de Jair Bolsonaro e de toda sua equipe inimiga do trabalhador. Fora Bolsonaro! Liberdade para Lula! Eleições Gerais Já!

Relacionadas