América do Sul
Houve protestos na capital chilena pela renúncia do presidente da República e pelo fim dos Carabineiros, a polícia nacional chilena.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
JYTX3GPBPJFBFDAWLJCFLGUL54
As manifestações exigiam a saída do presidente Sebastian Piñera. | Reprodução

Nesta sexta-feira (20), a tropa de choque reprimiu protestos na capital Santiago. As reivindicações dos manifestantes eram a renúncia do presidente Sebastian Piñera e o fim dos abusos cometidos pelos Carabineiros, a polícia nacional chilena.

As manifestações mais significativas ocorreram nas redondezas da sede do governo chileno, palácio de La Moneda, e na zona da praça Baquedano. Houve enfrentamentos entre as forças de repressão e os protestantes, com o uso de  bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água por parte da polícia.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas