América do Sul
Houve protestos na capital chilena pela renúncia do presidente da República e pelo fim dos Carabineiros, a polícia nacional chilena.

Por: Redação do Diário Causa Operária

Nesta sexta-feira (20), a tropa de choque reprimiu protestos na capital Santiago. As reivindicações dos manifestantes eram a renúncia do presidente Sebastian Piñera e o fim dos abusos cometidos pelos Carabineiros, a polícia nacional chilena.

As manifestações mais significativas ocorreram nas redondezas da sede do governo chileno, palácio de La Moneda, e na zona da praça Baquedano. Houve enfrentamentos entre as forças de repressão e os protestantes, com o uso de  bombas de gás lacrimogêneo e jatos de água por parte da polícia.

 

Send this to a friend