Na próxima quarta (29/07)
Em reunião realizada com o comando da Polícia Militar e a família de grileiros que se diz “dona” da área devoluta, Vanessa Dasílio Coser, foi marcado jogar na rua 200 famílias
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
WhatsApp Image 2020-07-21 at 19.39.56
Mil pessoas vão ser jogada na rua pelo judiciário e a direita do município. | Imagem: reprodução

Nesta quinta-feira (23/07), representantes das 200 famílias do Projeto Mangabeira se reuniram com o comando da Polícia Militar e a família de grileiros que se diz “dona” da área devoluta, Vanessa Dasílio Coser, no município de Porto Seguro (BA).

A reunião foi uma demonstração de que o judiciário e a polícia militar querem jogar essas 200 famílias e destruir suas casas e o meio de vida durante o pior momento da pandemia de coronavírus e da completa falta de emprego e renda devido a crise econômica.

O judiciário, na pessoa do juiz Fernando Paropat e a polícia militar ignoram completamente o fato de que a família de grileiros representada por Vanessa Dasílio Coser não possuir nenhuma documentação da área e a própria CDA (Coordenação de Desenvolvimento Agrário) já comprovou sendo terra devoluta e em processo de regularização para o Projeto Mangabeira.

 

É preciso impedir da maneira que for necessária o despejo

 

Diante desse quadro onde a justiça e as forças de repressão do Estado se unem com grileiros de terra, impulsionadas pela política genocida de Jair Bolsonaro, para jogar nas ruas milhares de pessoas é preciso que as organizações da esquerda e a classe trabalhadora estejam juntos para impedir o despejo.

Atos e fechamentos de rodovias, além de criar formas dentro da área para impedir a reintegração de posse se fazem necessárias. A direita avança contra as famílias e os trabalhadores e suas organizações devem dar uma resposta a essa ofensiva, não somente contra as famílias do Projeto Mangabeira, mas de todos os trabalhadores que necessitam de meios para sobreviver.

Na próxima quarta-feira, dia da reintegração de posse é necessária uma grande mobilização para impedir a ação da Tropa de Choque contra as famílias.

Convocamos aqui todos os ativistas, militantes e pessoas que não aceitam esse crime contra os trabalhadores de jogar milhares de pessoas nas ruas e destruir suas casas se desloquem para o Projeto Mangabeira.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas