Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

O acampamento Bacuri localizado no município de Ariquemes, Estado de Rondônia, está sofrendo uma ofensiva violenta realizada pelo latifundiário e grileiro de terras púbicas Paulo França, está contratando essas milícias formadas por policiais militares para atacar o acampamento.

A PM da cidade de Ariquemes, por duas vezes nesse mês de março e acompanhada do latifundiário, invadiu o acampamento e destruiu todos os pertences das famílias, agredindo as pessoas e prendendo lideranças e militantes da reforma agrária.

No dia 2 de março, a PM queimou os barracos, não permitiu a retirada de nenhum bem material, apreendeu motos e prendeu nove trabalhadores sem-terra. Não satisfeita, voltou a invadir o acampamento no dia 12 e prendeu mais cinco trabalhadores sem-terra.

E toda essa violência está sob proteção e cobertura do judiciário golpista do Estado. Apesar da terra improdutiva, pois está sendo utilizada apenas para especulação imobiliária, e a documentação do latifúndio ser irregular e extremamente frágil, a A juíza da 1ª Vara Cível da Comarca de Ariquemes-RO, Dra. Dayse Cristhian Lorena de Oliveira Ferraz, deu liminar de reintegração de posse contra as famílias sem-terra e estabeleceu uma multa de cem mil reais a cada camponês e camponesa que estiver a menos de 500 (quinhentos) metros da Fazenda.

A defesa dos latifundiários realizada pelo judiciário golpista e das forças de repressão de Rondônia não é uma novidade. O Estado de Rondônia é conhecido por ser controlado por latifundiários, madeireiros e grileiros de terra há décadas, fato que resultou em ser um dos mais violentos contra famílias sem-terra, posseiros e indígenas.

Essa violência se tornou maior e mais aberta após o golpe de Estado dado pela direita em 2016, resultando em mais violência e formação de verdadeiros esquadrões da morte, formado por policiais militares a serviço dos latifundiários e sob a cobertura do judiciário golpista.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas