Polícia mata homem ”armado” com taco de sinuca

carro ceara

Da redação – Em mais uma atrocidade da polícia, agora foi a vez da polícia militar do Ceará: um homem foi morto a tiros por ter seus tacos de sinuca confundidos com armas de fogo.

A tragédia aconteceu na noite de quarta-feira (1) na entrada da cidade de Campos Sales a 424 Km de Fortaleza. Segundo informações da polícia civil um frentista de um posto de gasolina em uma cidade pela qual eles haviam passado para abastecer o carro, confundiu os tacos com fuzis e acionou a PM. O carro onde estavam foi então recebido com uma saraivada de tiros, um dos quais acertou a barriga de José Messias Guedes Oliveira, de 35 anos, que não resistiu ao ferimento, vindo a falecer. Dois outros ocupantes do carro ficaram levemente feridos e o motorista saiu ileso.

Em quase todos os dias esse tipo de “acidente” acontece pelo país afora. Policiais que sequer sabem fazer uma abordagem a veículo suspeito, usando a velha máxima de regimes de terror, primeiro atiram e depois perguntam. Esse será mais um crime na conta da esquadrão da morte que assombra o país. Se matam tanto por acidente, intencionalmente, então, devemos ter algo perto dos campos de extermínio nazista. E veja que os policiais atiraram nos pneus, também são ruins de mira. Por isso é necessário dissolver a polícia militar.