Na manhã de hoje (9), a Polícia Federal, por meio da Operação Lava Jato, invadiu o escritório de vários advogados ligados ao ex-presidente Lula. Entre eles, estão Cristiano Zanin, advogado de maior destaque na defesa de Lula durante as perseguições da Lava Jato, e Roberto Teixeira. Os advogados estão sendo acusados de integrarem um esquema de tráfico de influência no STJ (Superior Tribunal de Justiça) e no TCU (Tribunal de Contas da União) com desvio de recursos públicos do Sistema S.

Relacionadas
Send this to a friend