Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit

No dia 1 de fevereiro, a Polícia Federal, uma das engrenagens do golpe no Brasil, deflagrou mais uma operação contra as estatais no País, agora nos Correios, através de uma intervenção no Postalis (Fundo de Pensão Complementar dos trabalhadores dos Correios).

A operação da PF (Polícia Federal) de intervenção no Postalis, ganhou o nome de Operação Pausare, usando o argumento mentiroso de que invadiram as sedes dos Fundos de Pensão dos Correios para investigar o rombo que o Fundo sofreu nos últimos anos, cerca de 6 bilhões de reais.

Os golpistas da PF que são treinados nos EUA pela SWAT, CIA etc, nestes últimos anos de golpe atuaram para atacar a economia nacional, prendendo os brasileiros a serviço de grandes capitalistas internacionais.

A PF, com suas investigações no mercado de carnes, na indústria da Construção Civil, no caso da Petrobrás  e agora dentro dos Correios, provocaram demissões, perdas de lucros e a entrada de outros capitais nesses mercados.

Agora estão “investigando” o Fundo de Pensão dos trabalhadores dos Correios, o que levará a sua entrega para esses grandes capitalistas.

No caso do Postalis, uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) realizada pelo Senado Federal deixou escapar que os grandes responsáveis pelos “investimentos” que causou o rombo do Postalis é dos banqueiros, BNY Mellon, contratados a “peso de ouro” pela diretoria do Postalis, a fim de que o banco impedisse que o dinheiro do Postalis fosse investido em negócios furados.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas