Polícia Cívil do Mato Grosso tortura três jovens

tortura

Três jovens foram torturados e ameaçados de morte por um delegado e dois policiais civis em Colniza, município do Mato Grosso. As torturas teriam ocorrido entre janeiro e maio deste ano. O delegado Edison Ricardo Pick e os policiais civis Woshington Kester Vieira e Ricardo Sanches foram presos no ultimo dia 16. Um dos jovens relata uma tentativa de homicídio, na qual um dos policiais denunciados teria colocado uma sacola plastica na cabeça da vitima e tentado mata-la por asfixia.

Nas fotos é possível constatar os sinais de agressão e tortura no corpo dos jovens. O caso é uma demonstração do avanço da extrema-direita e do próprio golpe de Estado no país. Com a fraude eleitoral, a impugnação da candidatura de Lula, a perseguição a esquerda e o suposto “crescimento” da candidatura de Bolsonaro, os grupos fascistas de extrema-direita  vem agindo mais abertamente contra a população pobre, a esquerda e a classe trabalhadora.

Vale ressaltar que esses grupos são originados de dentro das próprias instituições repressoras do estado, como e o caso da Policia Civil, Militar e das próprias forças armadas. Com avanço da extrema-direita, a violência dos grupos fascistas e dos agentes de repressão do estado contra o povo será cada vez maior. É necessário, portanto, organizar de maneira urgente os comitês de auto-defesa, além de fortalecer e ampliar os comitês d luta contra o golpe, única forma de resistir e impor uma derrota aos golpistas