Contra genocídio nos presídios
Polícia do DF pára caravana de familiares de presos para impedí-los de realizar o protesto contra o governo genocida de Jair Bolsonaro

Por: Redação do Diário Causa Operária

A polícia militar do Distrito Federal, na manhã desta quarta (10), interceptou ao menos dois ônibus com familiares de presos que se dirigiam à capital federal para realizar um protesto contra o genocídio nos presídios.

A política parou os ônibus, pediu que todos descessem e começou a revistar as pessoas e o ônibus, sem qualquer motivo, com a clara intenção de impedir o prosseguimento da viagem e a realização do protesto. Após a revista decidiram “escoltar” os ônibus até o local do ato.

Fato semelhante aconteceu há algumas semanas na Paraíba, quando trabalhadores dos correios que estavam em greve, fizeram uma caravana para realizar um protesto no interior do Estado, aonde se encontrava o presidente ilegítimo Jair Bolsonaro, e foram impedidos de seguir pela Polícia Rodoviária Federal.

 

Veja o vídeo em que as manifestantes denunciam a arbitrariedade:

Send this to a friend