Genocídio no Brasil
Assassinato se deu enquanto eram distribuídas cestas básicas pela população. É o segundo dia seguido em que a polícia de Witzel impede a entrega de cestas básicas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
1024px-Jair_Bolsonaro_e_Wilson_Witzel_em_março_de_2019 (1)
Marcos Corrêa / CC BY (https://creativecommons.org/licenses/by/2.0) |

Da redação – Mais uma vez a polícia demonstra como é um órgão de perseguição ao povo pobre, necessitado e negro. Na noite dessa quinta-feira, enquanto cestas básicas eram distribuídas para a população pobre da Cidade de Deus, a polícia apareceu e iniciou uma série de disparos de fúsil para impedir a distribuição dos alimentos. Rodrigo Cerqueira da Conceição, de 19 anos, foi morto por um dos tiros.

A entrega de cestas básicas era feita por membros do Grêmio Estudantil e por professores da Escola Machado de Assis. Havia muitas crianças no local, o que não impediu os tiros da polícia.

A polícia demonstra que serve somente para perseguir e matar a população pobre, mais uma vez. O fato de impedir a entrega de cestas básicas por dois dias seguidos, demonstra como o genocídio que vem acontecendo no país é proposital e que a polícia deseja matar a população de fome e com balas. É de extrema urgência o fim da polícia no Brasil.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas