Siga o DCO nas redes sociais

Literatura brasileira
Poemas inéditos marcam centenário de João Cabral de Melo Neto
Autor de Morte e Vida Severina terá o conjunto de sua obra lançado e reeditado em diversas edições
Estatua_Joao_Cabral_Flickr_marcusrg
Literatura brasileira
Poemas inéditos marcam centenário de João Cabral de Melo Neto
Autor de Morte e Vida Severina terá o conjunto de sua obra lançado e reeditado em diversas edições
Estátua de João Cabral de Melo Neto, em Recife. Foto: marcusrg/Flickr
Estatua_Joao_Cabral_Flickr_marcusrg
Estátua de João Cabral de Melo Neto, em Recife. Foto: marcusrg/Flickr

O poeta João Cabral de Melo Neto terá seu centenário celebrado no próximo dia 9 de janeiro. Com a passagem de cem anos de seu nascimento, editoras de todo o país preparam lançamentos e reedições de obras do poeta e diplomata natural de Pernambuco.

O selo Alfaguara, do Grupo Companhia das Letras, prepara duas edições especiais, sendo a primeira com sua poesia completa, que deve chegar às livrarias em junho. Já no segundo semestre, será lançado um volume de prosa que vai incluir entrevistas, discursos e outros textos inéditos.

Em 2020, também estão previstos lançamentos de biografias pelas Companhia Editora de Pernambuco (Cepe) e pela editora Todavia, além de uma fotobiografia pela editora Verso Brasil.

João Cabral foi um dos maiores nomes da literatura brasileira. Ele cresceu em meio a artistas e intelectuais e tinha amizade com o pintor surrealista Joan Miró, que chegou a produzir diversas ilustrações para seus textos. O poeta morreu em 1999.

Entre seus escritos mais conhecidos está Morte e Vida Severina (1955), um clássico da literatura nacional, que narra o sofrimento de um retirante em sua busca por uma vida mais fácil na cidade de Recife (PE).