PMs fazem campanha aberta por Bolsonaro; contra a extrema-direita, formar comitês de autodefesa

pm

Da redação – Em vídeo conseguido pelo Congresso em Foco aparecem mais de 50 policiais militares de Goiasrealizando o treinamento de corrida na rua vicinal paralela à Avenida Alfredo Nasser, na cidade de Luziânia, a 60 quilômetros de Brasília, estão fazendo propaganda para o candidato do PSL à presidência, Jair Messias Bolsonaro

Os policiais militares da ativa são proibidos de se envolver em política. Entretanto, independente se concordamos ou não com esta política, a verdade é que na atual conjuntura é proibido. Porém, a campanha foi estimulada pelo próprio PM coordenador da atividade.

“Ei, cidadão, por favor, não se esqueça, dia 28 é Bolsonaro na cabeça. Ei, cidadão, por favor, fica contente, ano que vem é Bolsonaro presidente”, diz o grito.

Fica claro que as forças de repressão do Estado, como o Exército, a PM e todas as polícias, fascistas, estão com Bolsonaro. A extrema-direita prega o aumento da repressão contra o povo. Para combater o aumento da repressão ao povo, é preciso formar comitês de autodefesa da população e organizar o movimento popular a partir da 2ª Conferência Nacional Aberta de Luta Contra o Golpe e a imediata convocação de um Congresso do Povo.