Ditadura
A Polícia Militar de São Paulo, sob as ordens do governador João Doria (PSDB), atacou com bombas de gás a população na praia Riviera de São Lourenço.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Concurso-PM-SP
A Polícia Militar é uma máquina de guerra direcionada à população. | Reprodução.

Na manhã desta sexta-feira (1), a Polícia Militar de São Paulo se utilizou bombas de gás lacrimogêneo para dispersar a população que se encontrava na praia de Riviera de São Lourenço, cidade de Bertioga, região da Baixada Santista. Naquele momento, estavam na praia mulheres, crianças, jovens, idosos e pessoas que buscavam aproveitar o feriado.

A PM agiu sob as ordens do governador João Doria (PSDB). Na semana passada, o Dória emitiu um decreto que proíbe aglomerações em locais públicos e autoriza a repressão policial. A prefeitura municipal de Bertioga endossou a ação violenta da PM.

O vídeo abaixo demonstra a PM lançando as bombas sobre os banhistas, com o objetivo de expulsá-los do local. Trata-se de uma flagrante violação dos direitos democráticos e uma medida de tipo ditatorial por parte do governador fascista Dória.

O ocorrido comprova, mais uma vez, que a Polícia Militar é um instrumento de terrorismo de Estado para ser usado contra a população.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas