Fim da PM Já!
Máquina de matar em escala industrial, a PM de SP matou, oficialmente, uma pessoa a cada meio dia ao longo do ano. Estatística ignora vítimas de PMs de folga, que cresceram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fimdapm
PM deve ser extinta imediatamente | Foto: Arquivo

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, pelo menos uma pessoa é assassinada pela Polícia Militar a cada 12 horas no estado. Os dados referem-se aos assassinatos cometidos pela PM até o mês de setembro e consideram apenas os casos categorizados como “morte decorrente de intervenção policial”, desconsiderando as mortes realizadas por PMs de folga, que acrescentam outros 90 homicídios à estatística. Segundo a SSP-SP,  foram 560 vítimas fatais da PM, de janeiro a setembro.

O número de vítimas fatais da PM de São Paulo nos últimos nove meses do ano é o mais alto já registrado desde 1995. Em setembro, 37 pessoas foram mortas por PMs, uma a menos do que em setembro de 2019. Porém, 15 pessoas foram assassinadas por agentes da repressão em horário de folga, cinco a mais do que o mesmo período do ano passado.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas