Quilombo Campo Grande
PM já conta com grande aparato e helicóptero para jogar na rua e destruir os bens de 450 famílias do MST a mando do latifúndio e o judiciário em Campo do Meio, Minas Gerais
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
campo grande
Crianças que moram no acampamento entram na campanha contra o despejo | Imagem: MST/MG

A Polícia Militar já se encontra no local e preparada para jogar na rua 450 famílias de trabalhadores sem terra sob a bandeira do MST do Acampamento Quilombo Campo Grande, no município de Campo do Meio, Minas Gerais. A ordem de despejo partiu do judiciário bolsonarista e do governador fascista Romeu Zema para beneficiar latifúndiários da região.

As famílias já disseram que não vão sair e que estão decididos a enfrentar o despejo de uma área em que vivem há 20 anos. A direita prepara um banho de sangue contra os trabalhadores e é preciso lutar contra esses despejos.

É preciso de uma ampla campanha de denúncias e que a esquerda mobilize militantes e recursos para o local e enfrentar o despejo, impedindo-o da maneira que for necessária.

 

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas