Pelo fim da PM
Os trabalhadores devem se organizar pela extinção das polícias assassinas
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
6981146674_9508450d4f_o
A Polícia Militar impede com violência a organização da classe trabalhadora na luta por direitos | Mikel

Na tarde de ontem, quarta-feira (23), uma funcionária pública foi ameaçada de prisão por um policial militar durante uma assembleia, a atitude truculenta ocorreu em frente à Câmara de Vereadores na cidade de Araraquara.

A assembleia foi convocada por funcionários públicos e do movimento estudantil contra a apresentação de um projeto municipal que transformaria trabalhadores celetistas em estatutários, sem fazer ampla discussão com o os servidores.

Em protesto se reuniram para decidir sobre a possibilidade de uma greve ou outros encaminhamentos possíveis de modo a tornar o projeto público e transparente. Quando um dos PM’s que estavam no local se aproximou de uma mulher que discursava e realizou ameaças contra as colocações feitas.

A atitude é já conhecida e bem típica dos elementos da Polícia Militar e tem se tornado cada vez mais escancarada no Brasil com a carta branca do governo golpista de Bolsonaro para todas as instituições policialescas armadas massacrarem todo tipo de tentativa de levante ou organização das classes exploradas.

Aqui no caso, a atitude das pessoas que se organizam para minimamente garantir os direitos de toda a população usufruírem de serviços públicos decentes, como educação, saúde e outros não podem ser permitidos e sim duramente combatidos pela extrema direita carniceira e entreguista.

Essa tarefa da PM no processo do golpe brasileiro tem sido bem evidente, cometeram nos últimos anos metade dos assassinados ocorridos só no Estado de São Paulo, somente de pessoas pobres e principalmente negras e jovens das periferias, reprimem com selvageria os movimentos sociais de luta no campo e na cidade, e utilizam-se de métodos extremamente violentos como sequestros, tortura, falsas denuncias de crimes entre muitos outros.

As polícias brasileiras, principalmente a militar deve deixar de existir para que a matança do povo e das lideranças operárias e sociais pare, fica praticamente impossível organizar consequentemente as pessoas com essa verdadeira SA promovendo a destruição dos trabalhadores. É preciso que a esquerda organize um movimento consequente pela extinção da PM pela sobrevivência do povo.

Muitos elementos da esquerda pequeno burguesa, mesmo a frente desse cenário e a reboque da política da direita tradicional e demagógica ainda defende a permanência dessa instituição armada e perigosa com o intuito de defesa e segurança do povo. E mesmo sendo os principais ameaçados por essa política ainda desviam a atenção dos crimes da direita contra o povo para promover falsos debates com fins puramente eleitorais.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas