Jaciara-MT
PM invade área da União, destrói casas e pertences dos moradores e realiza despejo ilegal e criminoso em meio à pandemia.
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Jaciara - MT - despejo
PM destrói casas e pertences de moradores. | Foto por: reprodução.

Com cerca de 40 policiais e com máquinas para demolição a PM do Mato Grosso invadiu a Gleba Mestre 1, localizada no munícipio de Jaciara, área pertencente à União na manhã desta segunda (11) e desde então está realizando mais um despejo criminoso em plena pandemia e destruindo casas, bens e pertences das 140 famílias que residem na área destinada à reforma agrária.

O Tribunal de Justiça do Estado emitiu mandado de reintegração de posse à Porto Seguro Negócios e Empreendimentos S.A ordenando a ação que, aliás, não consta a determinação para as ações de demolição das benfeitorias. A decisão do tribunal também é questionada pela defesa das famílias e pelo Fórum de Direitos Humanos e da Terra (FDHT) e Comissão Pastoral da Terra (CPT) que afirmam que o TJ não poderia emitir decisão sobre uma terra que é de jurisdição federal (da União), além de problemas nas matrículas dos imóveis impedirem a juridicamente a decisão.

O despejo é criminoso haja vista acontecer em meio à pandemia do coronavírus, no momento em que há o maior número de infecção e mortos em todo o país, além de buscar devolver uma terra de 478 ha que estava sendo cultivada, produzindo alimentos e garantindo o sustento das famílias, aos antigos proprietários das Usinas Porto Seguro e Pantanal que já foram denunciadas por crimes ambientais, de contaminação de rios, do solo e do ar com agrotóxicos sobre a plantação das famílias. Além dos débitos trabalhistas.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas