A mando do governador
Governador Camilo Santana (PT) do Ceará ordena violência policial contra manifestantes alegando decreto contra aglomeração.
ato-fortaleza-e1591564352519
PM de Camilo Santana reprimindo manifestantes em Fortaleza | Foto: Reprodução

A PM de Fortaleza a mando do governador Camilo Santana (PT) reprimiu violentamente os manifestantes que faziam ato Fora Bolsonaro e pela democracia na capital. Cerca de 12 pessoas foram presas durante o confronto no centro da cidade durante à tarde de hoje (07) . Os manifestantes furaram o bloqueio da PM e dirigiam-se  da Praça Portugal à estátua de Iracema quando foram cercados pela PM.

Na última sexta-feira (5), o governador declarou em reses sociais  que apesar de “apoiar o engajamento de brasileiros em defesa da democracia”, não pode deixar de ser “absolutamente contra a realização de quaisquer atos nas ruas neste momento grave de pandemia”.e que  vigora no estado um decreto que proíbe a aglomeração de pessoas.

Mais uma vez a prova de que as medidas de proteção são para aglomeração em protestos contra o governo e controlar a população.

Relacionadas