PM fascista de Curitiba tenta invadir a cozinha do Acampamento Marisa Leticia

cozinheiras

Da redação – A Policia Militar de Curitiba (PR), abertamente defensora de Bolsonaro contra o povo, aproveitou a eleição fraudada para aumentar suas ameaças contra as organizações populares, e, nesta segunda-feira (29), se sentindo à vontade para cercar a cozinha do acampamento Marisa Letícia. Os policiais bolsonaristas ameaçaram senhoras de idade avançada, alertando que iriam invadir o local.

Edna Dantas, coordenadora geral do acampamento – e presa a poucos dias por esse mesma PM -, afirmou que somente com ordem judicial eles poderiam entrar, sem mencionar que já se passava das 23:00. Um companheiro do PCO esteve no local e acompanhou as ações truculentas dessa organização fascista contra os companheiros que estão a mais de 200 dias lutando pela liberdade de Lula.

Estavam no local, no momento, aproximadamente de 150 à 200 pessoas, lembrando que o local é particular, com doações de brasileiros no país e no exterior é pago R$ 3.500 de aluguel mensal.

Segue um video de toda ação:

.