Covardia contra trabalhadores
Trabalhadores demitidos da empresa Veleiro, sem salários, verbas rescisórias e recolhimentos, foram brutalmente atacados pela PM, que age a serviço dos empresários.
Maceió - 25-09 - 3
Trabalhadores em protesto contra calote da Veleiro. Polícia aparece pra atacar os trabalhadores | Foto por: reprodução.
Maceió - 25-09 - 3
Trabalhadores em protesto contra calote da Veleiro. Polícia aparece pra atacar os trabalhadores | Foto por: reprodução.

Trabalhadores demitidos da empresa de transporte de ônibus urbano, a Auto Viação Veleiro de Maceió, foram brutalmente atacados por policiais do BOPE que queriam encerrar a manifestação na manhã desta sexta (25) na avenida Fernandes Lima, uma das principais da cidade.

A manifestação, que tomava parte da via e deixou o transito lento, foi feita pois os trabalhadores foram demitidos, alguns há 7 meses, sem o pagamento de salários, verbas rescisórias e outros direitos trabalhistas.

Como de praxe a PM ao intervir na situação, primeiro tentou forçar os trabalhadores a acabar com a manifestação, como não têm outra alternativa os funcionários continuaram, permitindo um fluxo menor de veículos somente. Os policiais então interromperam o trânsito da via e atacaram os trabalhadores com balas de borracha e gás lacrimogênio. Ao menos dois se feriram e precisaram ser atendido por unidades do SAMU.

A administração da Veleiro ainda tripudiou sobre os trabalhadores demitidos e agredidos ao dizer “lugar de litígio é na justiça”. Sabendo que é o lugar aonde os empresários se dão bem sobre os empresários, tendo a justiça golpista a seu favor.

 

 

Relacionadas
Send this to a friend