Greve dos Correios
Fábio Farias, que virou ministro das Comunicações por indicação do seu sogro, o capitalista Sílvio Santos, atacou a greve e defendeu a privatização
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
fabiofaria_1-17664858
Bolsonaro, Fábio Faria e Sílvio Santos | Reprodução.

Na quinta-feira (10-09), o Ministro golpista do governo ilegítimo de Bolsonaro, Fábio Farias, declarou a Rádio Bandeirantes, que o governo Bolsonaro não irá negociar com os grevistas dos Correios.

Segundo o playboy, Fábio Farias, genro de Sílvio Santos, que ganhou de presente do seu sogro a direção do Ministério das Comunicações, os trabalhadores dos Correios deveriam acertar a proposta do Governo Bolsonaro de redução salarial, deveriam e de privatização da ECT (Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos)

Fábio playboy vomitou o seguinte desaforo aos trabalhadores: “O governo não irá negociar com quem faz greve por auxílio peru”, ou seja, o governo golpista de Bolsonaro não negocia com quem reivindica seus direitos e benefícios.

O menino de recado dos golpistas veio a público ofender os trabalhadores dos Correios e afirmar que Bolsonaro irá rebaixar os salários dos trabalhadores, roubar os Correios do povo brasileiro, entregando-o a seus amigos capitalistas do mercado postal.

Fábio playboy, seguindo a política fascista de Bolsonaro deixou a entender de que os golpistas esperavam que a Pandemia facilitaria a vida do governo de tirar direitos dos trabalhadores sem reação, reclamando para imprensa de que os trabalhadores dos Correios não poderiam fazer greve em Pandemia, somente trabalhar e aceitar calados os cortes em seus salários, verdadeiros carniceiros.

É preciso intensificar a greve, organizando um ato político em Brasília com todos os trabalhadores de greve do país, a fim de que a categoria ecetista possa tirar a limpo com o governo golpista de Bolsonaro se eles são capazes de ofender os 100 mil trabalhadores da ECT presencialmente.

Todos ao ato dos trabalhadores dos Correios em Brasília dia 18 de setembro, ocupar Brasília pelas reivindicações e manutenção de todos os direitos dos trabalhadores dos Correios, Pelos Correios Público, Estatal e de qualidade controlado pelos próprios trabalhadores; Pelo Fora Bolsonaro e todos os golpistas, eleições gerais já.

Compartilhar no facebook
Compartilhe no seu Facebook!
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no reddit
Reddit
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no twitter
Tuite este artigo!
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no reddit
Relacionadas